poison

Como disse meu filho André, estudante de Direito, “Moro e Dallagnol macularam todo o processo penal, todo o processo legal. Ninguém quer mais o sucesso da Lava-Jato do que eu, mas, inquestionavelmente, este caso demonstra parcialidade do judiciário e um desprezo à toda a estrutura processual que deveria ser respeitada.

Dessa forma, tudo aquilo que passou por esses dois acaba de tornar-se fruto da árvore envenenada. Sem fazer juízo de caráter de ambos, posso dizer: se as acusações contra Lula caírem amanhã, a culpa é deles.

Juiz coordenando com o MP, tendo discussão sobre o caso ex-parte, apontando o que passa e o que não passa antes de ser feito o pedido é a mais completa perversão do processo penal em um sistema inquisitor.”

O desserviço de Moro, Dallagnol e demais envolvidos é imenso e acaba fortalecendo toda uma narrativa de defesa de notórios canalhas. Viraram santos, lavados pela água benta dos atalhos jurídicos indecentes.

Há uma legião de corruptos e fiéis em festa.