questões relevantes

espaço para debate de ideias sobre a cultura e a civilização

O BRASIL PRECISA SE LIVRAR DAS IDEIAS BONITINHAS MAS ORDINÁRIAS.

símbolos-originais-do-pecado-8731620

“Qualquer resposta à crise que atenda antes ao mercado que às necessidades do povo nega a ética e desvia-se do caminho da justiça.”

Esta frase foi pinçada de uma nota da CNBB e transformada em título de matéria pela Carta Maior, conhecido boneco de ventríloquo do PT e do Governo Federal. É uma destas frases de efeito, bonitinhas mas ordinárias.

O fato concreto é que o povo precisa de renda, de educação, de saúde, de emprego.

Se o mercado não funciona, não gera empregos, reduz a renda, reduz o recolhimento de impostos e afeta os serviços públicos.

A compreensão de que “o mercado” é, de certa maneira, a iniciativa econômica individual em ocorrência múltipla, como os galos tecendo a manhã no poema do comunista João Cabral de Melo Neto, e que se inserem na sociedade, fazem parte do todo, é o primeiro passo para evitar o tipo de desastre que estamos observando.

A roubalheira, neste caso, foi muito menos danosa que a deliberada sabotagem aos fundamentos da boa gestão. A partir de 2008 Lula abandona os princípios de equilíbrio fiscal e controle da inflação do Plano Real e abraça a chamada “nova matriz econômica” desenvolvida pelos “economistas” do PT.

Desde então quem entende um pouco de economia alerta para o desastre que viria. Dilma preferiu não ouvir e aprofundou os erros. Mais e maiores avisos surgiram, sinais claros, índices, relatórios, mas a ignorância arrogante falou mais alto.

Assim, atender aos mercados é atender às necessidades do povo, reintroduzindo a responsabilidade fiscal e a previsibilidade econômica necessária para a retomada de investimentos que geram renda, criam empregos e reativam a economia.

O Governo Dilma está paralisado, principalmente, porque o governo “quebrou” e já não consegue atuar como indutor de crescimento e o tal “mercado” não vê boas perspectivas em investir sob um governo que não acredita na matemática. A luta política e a corrupção são apenas a cereja do bolo.

Não há saída fácil. De qualquer maneira, seguir os conselhos da frase bonitinha mas ordinária da CNBB é o caminho certo para prolongar e aprofundar a crise.

 

Artigo de Paulo Falcão

A matéria da Carta Maior e a íntegra da nota da CNBB estão aqui.

 

 

Anúncios

19 comentários em “O BRASIL PRECISA SE LIVRAR DAS IDEIAS BONITINHAS MAS ORDINÁRIAS.

  1. Victor Chamun
    05/05/2016

    O único mercado que o governo petista atendeu foi o mercado de meia-dúzia de mega-empresários da Lava-Jato que se locupletaram do subsídios do BNDES e dos conluios do petrolão e dos oligopólios como o bancário e o das teles.

    Paulo Falcão, parabéns pelo artigo.

    • Questões Relevantes
      05/05/2016

      Obrigado. Pelo nível das coisas que você costuma publicar, é um belo elogio.

  2. Este post ou um bem parecido ja apareceu aqui. Volto então a fazer a mesma pergunta: O MERCADO VAI VENDER PRA QUEM SE NÃ TIVER COMPRADOR?
    Parece piada, fazem tantos malabarismo para justificar o ilógico. Quem faz o MERCADO é o consumidor, e não o oposto. Então primeiro tem que ser criado o consumidor, tendo este o mercado, automaticamente, é criado. É bobagem de vocês (autor e comentaristas deste) dizer que primeiro tem que dá apoio ao mercado. EMPRESA NENHUMA VAI INVESTIR SEU RICO DINHEIRINHO PRODUZINDO SEM TER CONSUMIDOR. E vocês, que não são bobos, sabem que o dinheirinho deles vai para “banca”. Ganham sem esforço. Vocês, sinceramente acreditam que na situação de hoje, com a perda do poder de compra do consumidor, algum empresário vai produzir? Vocês defendem o indefensável! Mas sei, vocês não estão só. Existem muitos, analistas, economistas, comentaristas e um monte de “istas”, inclusive vigaristas (Isto não é para vocês, falo de outros) que defendem o que vocês defendem, que, para mim, é ilógico.

    • Questões Relevantes
      04/26/2016

      Francisco, é você quem não entendeu. Existe um mercado em funcionamento. Intervenções desastradas do governo foram comprometendo este funcionamento (que é a soma das relações comerciais, seja de produção, comércio ou serviços). O que o artigo diz é o óbvio que tantos como você e a CNBB não enxergam: o mercado somos todos nós, o mercado é quem compra, quem vende, quem produz, quem divulga. E o desequilíbrio fiscal e outras ideias anti-mercado são um caminho para o desastre, como pode ser visto já em estado terminal na Venezuela.

      • Não, quem não entendeu foi você. O tão falado “mercado” não é o consumidor, é o outro lado. Por isso é que você não entende que o que tem que ser criado é o consumidor, que aí, sim, o “seu mercado” vai funcionar. Não existe, é fora de lógica, que sem consumidor haverá “mercado”. Não fale da Venezuela lá aconteceu antes o que acontece hoje no Brasil. A elite ( sei você vai dizer: lá vem a historia da elites, é recorrente isto) desestabilizaram lá como desestabilizam aqui. Lá foi agravada com ações geopolíticas ( você tão erudito deve saber de quem) da desvalorização do Petróleo, principal produto da economia de lá. Você verá o que vai ocorrer na Argentina com o Macri. Vão aparecer as filas quilométricas de candidatos a GARI iguais as que apareceram na época do FHC. Paulo, o mundo está em crise desde 2008 e até hoje mesmo com toda a sapiencia de vocês os problemas não foram resolvidos. Sabe porque? Porque usaram a lógica, ilogica que você defende. O “capitalismo selvagem” americano fez a sugeira e o governo de lá, em vez de socorrer que tinha o débido das hipotecas, socorreu os bancos. Gastou bilhões com os bancos e estes depois executaram as hipotecas, Esta é a verdade.
        Envio um artigo que postei hoje no face. Divirta-se

        QUEM É O IMBECIL?

        -Varias vezes me aparece a intimação: Em quais países o socialismo deu certo?
        – Eu respondo com outra pergunta: Em qual país o capitalismo está dando certo?

        Existe uma infame má fé na primeira pergunta. O socialismo nunca foi implantado em nenhum país, não deixaram. Qualquer veleidade socialista é, em pouco tempo, esmagada pelo capitalismo. Brasil, hoje, é exemplo.
        Falam mal da Rússia comunista e do comunismo de Cuba. O que houve na Rússia foi uma reação dos “filhos de Brutos” os poderosos do antigo regime que provocou a ditadura, não do comunismo nem de Marx, mas de quem tinha assumido o governo Stálin que impôs uma sangrenta ditadura que perseguiu até antigos aliados. O mundo não estava preparado nem para o socialismo, imagine para o comunismo!
        -Quando falam mal de Cuba se esquecem de falar da “BOTA DO BIG BROTHER” sobre a ilha. Aí é desonestidade. Cuba não teve ganhos materiais, mas ganhou DIGNIDADE.
        O que os golpistas de hoje não têm! “Isto não vem ao caso” diz Moro.
        – Os golpistas de hoje dizem que o “impitim” tem legalidade porque as instituições estão funcionando e referendando todos os atos. Então eu lembro a ditadura. Foi um passeio inocente dado pelo GENERAL MOURÃO, descendo a serra vindo das MINAS GERAIS, esta comandada por MAGALHÃES PINTO, da UDN (PSDB da época) com alguns tanques, todos indo tomar banho de mar em Copacabana. Mineiro adora o mar!
        E aí, num passe de mágica, todas as instituições, Congresso, Justiça, Polícia e Exército, principalmente este, referendaram tudo. A Globo dizia, como diz hoje, que era e é hoje, tudo legal. As instituições estão funcionando!
        -E eu é que sou o imbecil?

        Eu nunca pensei que teria saudades do General Lott, a quem criticava tanto! Ele era Ministro da Guerra do Governo Café Filho que assumiu a presidência como vice de Getúlio Vargas. A chapa JJ ( Juscelino e Jango) ganhou a eleição. Parece até os dias de hoje a UDN (PSDB da época) tinha provocado o “tiro no peito” de Getúlio, perdeu a eleição. O “ Aecim”, desculpe, o Brigadeiro Eduardo Gomes, candidato da UDN tinha perdido a eleição anterior para Getúlio e era ministro da Aeronáutica de Café Filho. O “Aecim”, desculpe, o Brigadeiro tramou o Golpe. Já existia uma “instituição paralela” A “República do Galeão” que continuou atuando para impedir a posse da chapa JJ. Meu Deus como parece a “Guantánamo de Curitiba”!
        -“Adoeceram” o Café Filho, vice de Getúlio que tinha assumido. O Presidente da Câmara, “Temer”, desculpe, Carlos Luz, adepto do Golpe, assume. Lott, Ministro da Guerra que era bronco mais era bobo decretou: “VOLTA AS INSTITUIÇÕES VIGENTES” ( Ora se era vigentes, não podia ser volta). Cercou o Catete, depôs “Temer”, desculpe, Carlos Luz. E a chapa JJ assumiu. Claro, “Aecin”, desculpe, Brigadeiro, não desistiu, depois veio Aragarças, mas aí são outras histórias.

        Relembrando estas histórias tiro a conclusão: NÃO SOU EU O IMBECIL!

        FÁBIO COLARES

      • Questões Relevantes
        04/28/2016

        Fábio, o mercado é a soma dos elementos que o compoem, o que inclui os consumidores. A desorganização do mercado no Brasil é pura barbeiragem. Na Venezuela, idem. O desabastecimento por lá começou ainda com Chávez no poder e petróleo a us 100 o barril.

        Quanto à Cuba, viveram de mesada até o desmoronamento da URSS e têm comércio com vários países como o próprio Brasil e também países europeus, como França, Alemanha, Espanha, Portugal etc. De fato só não vendem para os EUA. Esta miopia de que você padece é o que chamo de vício na “exterioridade da culpa”, ou seja a culpa de nossos problemas não é nossa, de nossas escolhas, mas de terceiros. É uma bobagem. Deixo a sugestão de ver este vídeo curto e ler o artigo nele indicado: http://wp.me/p4alqY-fV

  3. Niete Peixoto
    03/16/2016

    Cada um dá aos fatos e ao que lê, a interpretação que quer ou a interpretação que consegue. Considerando que, corruptos não conseguem derrubar outros porque são corruptos, o jeito é apelar pra distorção de ações e simular uma análise com achismos, sem fundamentação.

    • Questões Relevantes
      03/16/2016

      Niete, o fato de você não acreditar na matemática não muda o fato de que 2 + 2 são 4. Há exemplos de sobra corroborando o que defendo. Não há nenhum exemplo de “contabilidade criativa” que não tenha terminado em desastre.

    • Paulo, apesar de você sempre querer apequenar e não contra argumentar o que digo, vou fazer algumas considerações. Quero saber o que, no seu entender, é o socialismo? Pelo que fala parece que confunde com comunismo.Então saiba você: eu ainda sou capitalista ( acredito que não por muito tempo) não seu se terei tempo de ver o socialismo( não comunismo) avançando no Brasil. Meu socialismo é bem proximo do que acontece nos países Escandinavos. Mas a SUA MIOPIA só enxerga o capitalismo selvagem” dos EUA que eu abomino. Pergunto então: Você que é tão douto porque naõ ensina ao mundo a sair da crise que nos acomete deste 2008?
      Não me parece que esta crise só se dá nos que você chama de irresponsáveis.da esquerda. Não, a miopia é sua!

      • Questões Relevantes
        05/02/2016

        Prezado Francisco, vamos por partes. A questão sobre o que é socialismo e comunismo aparece em vários artigos do blog, mas talvez você encontre no artigo A PROVA DE QUE A DIREITA TEM CORAÇÃO ( http://wp.me/p4alqY-kz ) uma resposta dupla, que engloba também sua preferência pela socialdemocracia dos países escandinavos. Penso que o artigo conceitua bem as duas questões.
        Quanto a ajudar o mundo a sair da crise, infelizmente não tenho nem este conhecimento, nem esta influência. Mas arrisco dizer que a crise de 2008 foi causada na esfera privada pelo mesmo motivo que causa as maiores crises econômicas em países pelo mundo: a irresponsabilidade fiscal.
        No setor bancário a irresponsabilidade fiscal é menos transparente que nos governos e por isso mesmo muito grave. Mas o importante é que a irresponsabilidade fiscal está na base das maiores crises conhecidas.

  4. Não, Paulo, o que a CNBB está fazendo é se precavendo e dando uma ideia boa: primeiro evitar a convulsão social, depois pagar os bancos e especuladores internacionais.

    Isso o governo parece não querer fazer.

    • Questões Relevantes
      03/13/2016

      Lúcio, esta é sua interpretação dos fatos, que, diga-se de passagem, se posta em prática pioraria o quadro.

      Não há cenário ou perspectiva de convulsão social. Isto é apenas uma quimera da esquerda.

      Se Dilma sair, não haverá nada além de algumas greves e arruaças da turma ligada ao PT, com a bolsa subindo, dólar caíndo e a economia saíndo da hibernação.

      O mercado quer apenas ter certeza de que o novo governo tem algum compromisso com os bons fundamentos de gestão. Ou seja: ter a perspectiva de que vai parar de piorar.

      • Juraci Pike
        04/06/2016

        Exatamente isto Lucio

      • Juraci Pike
        04/06/2016

        Exatamente isto Questoes Relevantes!

    • Questões Relevantes
      04/06/2016

      Juraci, neste caso, não dá pra concordar com os dois. É conceitualmente contraditório.

    • Francisco Fábio de Paula Colares
      05/03/2016

      Paulo, “o você ajudar o mundo” foi gaiatice. O que quis dizer é “os muitos que pensam como você” não conseguiram, oito anos passados, resolverem a crise e, mais ainda, ela está instalada na grande maioria dos países capitalistas, o que afeta, também, os outros. Ninguém pode ser ilha isolado,
      Socialismo: Já tinha lido o artigo e li de novo. Não Paulo ele não explica o socialismo. Ele cita coisas ditas por outros NO SÉCULO PASSADO. Para argumentar eu queria saber QUAL É O SEU SOCIALISMO e não o que era considerado socialismo há cem anos atrás.Na minha argumentação anterior eu disse que o socialismo nunca conseguiu ser praticado porque “os donos do mundo nunca deixaram” (você sabe quem são os donos do mundo). Isto não permitiu o aperfeiçoamento do conceito. Falo dos países nórdicos porque eles avançaram mais no aprimoramento destes conceitos. O meu conceito de socialismo é resumido em uma frase: O COLETIVO É PREVALENTE AO INDIVIDUAL Um individuo pode tudo até infringir a área alheia. Aí entra a lei que na Democracia é PACTUADA.(Parece contra censo: Eu sou capital socialista!
      – O direito a ter do capitalismo acho sagrado, pois isto é motor de desenvolvimento. Mas o ter aquilo que ele conquistou. E quem conquistou solo e subsolo, não foi o indivíduo foi o Estado foi o País. Então no meu socialismo, solo e subsolo só pode ser dado em uso fruto. Isto muda muito.
      -Você insiste que houve irresponsabilidade fiscal. Aqui não houve. Houve consequências das consequências de não sermos ilha. O Capitalismo não soube resolver os problemas que criaram. Em 2008 houve, além da irresponsabilidade, crime. E o crime maior foi a solução dada para o crime. Estamos todos sofrendo as consequências.

      • Questões Relevantes
        05/03/2016

        Francisco, uma breve leitura dos blogs e autores socialistas deixará claro que subsistem os adoradores de São Marx da Mais Valia e que para eles socialismo é a ditadura do proletariado com o fim da propriedade privada dos meios de produção. Para eles, socialismo é isto, o resto é reformismo. Concordo com eles. Discordo do que pretendem, mas considero o conceito coerente e umbilicalmente ligado ao marxismo.

        Quanto a você discordar de que houve irresponsabilidade fiscal, ou considerá-la mera “consequência” da crise, sinto muito. Sua visão não encontra respaldo na realidade. Houve uma agressão deliberada a uma herança do PSDB, o Plano Real, que eles tanto combateram antes de chegar ao governo.

  5. Lourival
    03/13/2016

    Gosto muito de seu blog. Seus textos são intelectualmente honestos e pautados na realidade. Me divirto muito com as respostas destemperadas dos esquerdistas que vêm comentar aqui, rsrs. Continue o bom trabalho. Abraço!!!

    • Questões Relevantes
      03/13/2016

      Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: