chico e juca

Chico e sua obra musical são uma das raras unanimidades que nem mesmo Nelson Rodrigues chamaria de burra. Como escritor, (romancista) não é gênio, mas é agradável. Juca Kfouri não é um “Chico Buarque” do jornalismo, mas é um dos nomes mais respeitados da imprensa esportiva e o acompanho há anos com prazer, desde o antigo Cartão Verde na TV Cultura. O reconhecimento e o respeito que tenho por ambos, no entanto, não me impede de achar inexplicáveis as escolhas políticas que fizeram.

Parafraseando Nando Reis, não sou nenhum Platão, e certamente nem chego perto, mas sou fã de uma de suas conclusões tardias. Platão teve a oportunidade de testar a única forma de governo que julgava boa, a Aristocracia, ou o governo dos sábios. Deu tudo errado, o que o levou a outra conclusão que antecipava em séculos a dialética Hegeliana: a prática do poder nunca consegue realizar plenamente seu modelo teórico, há sempre uma tensão entre o que é, o que deve ser e o que é possível. Diante deste fato, em “Político”, Platão conclui que, na prática, a democracia é o melhor regime para se viver.

Esta mesma ideia foi sintetizada com humor inglês e inteligência por Winston Churchill, depois de conhecer diversas formas de governo nos quatro cantos do mundo e assistir o nascimento do totalitarismo soviético e nazista: “A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas.”

Na eleição para presidente em 2014 o que está em jogo não é a escolha entre dois nomes, Dilma ou Aécio, mas entre duas concepções de exercício de poder que estão muito além dos candidatos em si.

A concepção do PSDB é social democrata, dentro das balizas da democracia representativa. Se deixarem, podem até não conseguir atingir o objetivo, mas vão caminhar na direção de governos nos moldes Canadense ou Finlandês, por exemplo.

Já o PT e demais partidos de esquerda vêm a social democracia como um vício pequeno-burguês e trabalham para a substituição da democracia representativa pela chamada “democracia direta”, que é um nome simpático para uma prática autoritária. Se deixarem, se suas teses forem vencedoras, podemos até resistir, mas os modelos são a Venezuela e Cuba. Na melhor das hipóteses, uma China.

Isto não é “achismo”, não é “teoria da conspiração”, é apenas o que está claro no discurso, nos estatutos e na prática política de ambos. Basta meia hora de pesquisa no google para comprovar estas afirmações.

O apoio de Chico e Juca à Dilma e este projeto de poder do PT é inexplicável porque estabelece uma cumplicidade inequívoca com escolhas totalmente antidemocráticas.

Juca não vota em Aécio porque teria agredido uma namorada (o que é condenável, mas a vítima poderia ter denunciado e usado as proteções legais que o estado oferece). No entanto vota em um governo que deportou boxeadores cubanos que pediram asilo (e não podem recorrer a mais ninguém); vota em um governo de concedeu asilo político a um assassino italiano (porque matou em nome da esquerda); vota em um governo que pratica superexploração com os médicos cubanos, negando-lhes direitos e pagando a eles algo como 20% do valor total que é repassado aos irmãos Castro; vota em um governo que emite lista negra de jornalistas (algo típico dos que flertam com totalitarismos).

Chico, por seu lado, apesar de ter sido perseguido por uma ditadura, nutre simpatias por outra, a Cubana, e também silenciou sobre os casos acima.

Será que existem ditaduras justificáveis para eles?

Como disse em outro artigo, “há fatos que desafiam a lógica. Um dos mais frequentes e estranhos são pessoas que, em nome da liberdade, em nome de utopias libertárias pessoais ou coletivas, endossam teses que restringem esta mesma liberdade que dizem defender.” É o caso aqui.

Se você está indeciso, acredito que seja bom lembrar que todas as medidas positivas do PT na presidência contrariam o discurso de décadas do partido e foram herdadas do PSDB: plano real, bolsa família (duramente criticado pelo Lula até mesmo no início de seu governo), farmácia popular, remédios genéricos etc.

Note que a argumentação até aqui nem falou em corrupção. Entramos no tema agora para dizer que aqui não cabe qualquer tolerância: quem rouba dinheiro público ou privado deve ser punido, seja de que partido for. A sociedade deve vigiar e exigir que a lei seja cumprida. Mas observem: o único partido que defende políticos presos por corrupção é o PT. Mais do que isto: os eleva à condição de heróis. Infelizmente, isto não influenciou as escolhas do Chico. Infelizmente, não horrorizou Juca.

Não sei quanto a você, leitor, mas só o fato de elevar corruptos à condição de heróis já bastaria para não merecerem meu voto.

Artigo de Paulo Falcão.

Sugestão de artigos relacionados:

DEMOCRACIA DIRETA:BOA INTENÇÃO LIBERTÁRIA OU LIBERTICIDA?
https://questoesrelevantes.wordpress.com/2014/06/04/democracia-direta-boa-intencao-libertaria-ou-liberticida/

A ESQUERDA E OS CAMINHOS QUE SE BIFURCAM.
https://questoesrelevantes.wordpress.com/2014/04/06/a-esquerda-e-os-caminhos-que-se-bifurcam/

DEMOCRACIA SOCIALISTA É O SACI PERERÊ DA CIÊNCIA POLÍTICA
https://questoesrelevantes.wordpress.com/2014/03/02/democracia-socialista-e-o-saci-perere-da-ciencia-politica-nao-passa-de-folclore/

Aviso sobre comentários: Comentários contra e a favor são bem vindos, mesmo que ácidos, desde que não contenham agressões gratuitas, meros xingamentos, racismos e outras variantes que desqualificam qualquer debatedor. Fundamentem suas opiniões e sejam bem-vindos.

Anúncios